25 dicas para apresentar seu trabalho a um cliente

Livremente traduzido por Paulo Pedott do design-survival.com

Sempre é complicado.

Apresentar seus conceitos para um cliente novo ou não pode ser uma pain-in-the-ass…  Mas aqui tem algumas dicas para facilitar estes momentos… Espero que ajude!

1.  Evite encheção de linguiça

Quando você está na primeira rodada de apresentação de conceitos para o seu cliente, evite apresentar muitas opções, isto pode se tornar uma dor de cabeça real, caso o cliente escolha uma idéia meia-boca que você usou apenas para aumentar o volume sua apresentação. Se você entregar dois conceitos ao invés de três prometidos e o cliente reclamar  (e um cliente sempre leva isto muito em conta!), solicite algum tempo a mais para o desenvolvimento de uma outra idéia. Mas, um cliente impressionado com um design em particular, muitas vezes, é muito menos preocupado com a ausência de outras opções. Esteja sempre seguro e confiante sobre as idéias que você apresentou; porém se alguma não é boa o suficiente, não apresente!

2. Nunca assuma

Seu cliente não é um designer. Alguns deles podem nem sequer apreciar, entender ou mesmo saber que existe um processo criativo. Seja paciente e sempre faça o seu melhor para explicar claramente tudo. Se você não pode estar lá em pessoa para fazer isto, tente fazê-lo ao telefone ao apresentar o seu trabalho. Se você não puder fazê-lo em uma chamada por qualquer motivo, certifique-se que um completo estranho pode olhar para o que você está enviando e compreenda o resultado final que você está esperando.

3.  Tente sempre apresentar uma grande idéia

Compreenda bem o briefing, desenvolva vários caminhos, escolha a melhor. sempre tenha mais de uma idéia a fim de poder escolher a melhor. Preenchendo o seu bloco de desenho de idéias rápidas muitas vezes pode levar a uma solução perfeita e é essa idéia em que você vai se concentrar na apresentação. Dito isto, só apresente a idéia quando se sentir  100% confiante nela.

4. Mock-ups

Algumas coisas precisam ser tridimensionais para apresentar ou rever. Especialmente embalagens. Sempre que possível tente elaborar uma forma de mostrar seu projeto digitalmente ou por maquetes e/ou fotografias de referência.

5.  Apresentando apenas as soluções mais adequadas

Somente apresentar as soluções cujas possíveis questões ou dúvidas você saiba responder breve e com o melhor de suas habilidades.

6.  Crítica pós-apresentação

É importante lembrar que você está projetando para as preferências do cliente e não as suas próprias. Apresentações, muitas vezes, podem levar a algum grau de crítica ou discordância. Leve isso como uma experiência positiva e uma oportunidade de construir em suas idéias. A participação de um cliente, após uma apresentação, pode de fato levar a soluções muito melhores, independentemente de que você inicialmente não concordava com sua opinião. Ouça as preocupações do cliente e expresse seus pensamentos em uma maneira educada, não seja defensivo, mas defenda o seu ponto de vista com perspicácia e entusiasmo.

7. Certifique-se de sua apresentação é focada e relevante

Certifique-se de sua apresentação é focada e relevante para o projeto e para este cliente em particular. Por exemplo, não há necessidade de apresentar um mock-up de um cartão de visita em letterpress co relevo se  logotipo será usado apenas na tela. Mostre como funciona de uma maneira  apropriada para o projeto. Se você está projetando um logotipo que será utilizado principalmente em um site, inclua uma imagem de exemplo do logotipo em um cabeçalho do site. Ao mesmo tempo, tente não sobrecarregar a apresentação com informações – mostrando muitas variações, as versões de cor ou mock-ups, pois isto pode sobrecarregar o cliente e diminui a força do elemento central da sua proposta.

8. Limitar os conceitos

Meu conselho seria apenas para mostrar seus melhores conceitos. Isso eu aprendi com a experiência. Mais escolhas muitas vezes levam a decisões erradas. Acho que os clientes quase sempre tendem a escolher o conceito que eu acho que é o mais fraco de todos eles (sempre tem um). Tente dar o seu melhor para guiá-lo na direção certa, com paixão, confiança e apresente o trabalho do qual você está realmente orgulhoso.

9. Confiança

Sempre tenha uma opinião como designer. É o seu trabalho. Só não se esqueça que a sua opinião profissional deve ser separada de seus gostos pessoais e nem sempre suas preferencias funcionam melhor para o projeto e os objetivos principais dos clientes

10. Processo e racionalização

Se você for enviar e-mails com o seu trabalho certifique-se de que você vai incluir muitos detalhes, uma racionalização suficiente e uma descrição do seu processo. Verifique se sua gramática e ortografia estão ok e que seus conceitos são transmitidos de forma clara e compreensível. Certifique-se de que seu cliente recebeu o trabalho, mas seja paciente, faça um follow-up depois de alguns dias, se você nunca ouviu falar de seu cliente.

11.  Reunião cara a cara

Ao apresentar seus projetos, paixão e entusiasmo muitas vezes pode ser muito mais poderosos e convincentes do que o seu trabalho real.

12. Cor em projetos de logotipo

Tente começar cada projeto logotipo em preto e branco e avançe para a cor mais tarde. Isso é muitas vezes muito bem eficiente no objetivo de fazer um cliente a focalizar a própria marca sem ficar muito amarrado em detalhes de cores muito cedo. A quebra desta esta regra, porém, é que alguns projetos são muito específicos sobre a cor, por isto esta dica as vezes não se aplica.

13. Apresente suas idéias em um contexto

Um logotipo é apenas uma parte do quebra-cabeça da identidade visual e é importante apresentar o panorama completo para o cliente. Quando você mostrar as suas ideias em um contexto contexto, você dá ao cliente a oportunidade de entender como sua nova identidade se comportará em situações reais.

14. Contexto pode levar a mais trabalho

Quando você for contratado para projetar um job único, tal como um logotipo, entregando-o dentro de um contexto de sinalização, papelaria, site pode muitas vezes conduzir a uma oportunidades de branding.

15. Sua apresentação deve ser clara e fácil de entender

Não importa o formato, sua apresentação deve ser clara e fácil de entender. Em uma apresentação em PDF, por exemplo, uma página simples, um título com o nome do projeto, data, título curto, indicando o número da versão, etc ajuda a manter o controle do trabalho e torna mais fácil para você, para referenciar o documento certo. Incluir uma explicação do conceito, não apenas descrevendo a sua abordagem global e idéia, mas também destacando os elementos de design específicos. Isso ajuda a dar a seu cliente uma melhor compreensão do trabalho e incentiva um feedback mais relevante.

16. Quem está comprando o café?

Lembre-se que você é o prestador do serviço, se você optar por realizar a sua apresentação em um café, bar ou restaurante é você que deve pagar a conta.

17. Detalhes de direitos autorais e contato

É importante que você deixar claro que de todo o trabalho apresentado você é o autor intelectual até que seja fechado o negócio.  A simples declaração, na parte inferior de cada página é suficiente para fazer seu cliente ficar ciente das limitações de utilização. Lembre-se de incluir o seu contato para que todos que tomarem contato com o projeto sejam capazes de entrar em contato caso tenham requisitos de design futuros.

18. Faça sua apresentação bem acabada

Se você não for capaz de apresentar em pessoa, faça a sua apresentação digital bem resolvida e sempre que possível, tente participar através de uma chamada telefônica. Os conceitos iniciais de design do logotipo geralmente começam com uma introdução ou resumo do resumo, inclua uma página sobre as coisas que foram explorados que funcionaram contra as coisas que não parecem adequadas ou não funcionam. Isso ajuda a mostrar que você considerou algumas opções e que escolheu a melhor.

19. Ordem de apresentação

A apresentação é como uma peça de teatro eo ato final deve entregar o maior número de surpresas, guarde sua melhor idéia para o grande final.

20. Bloqueie seus documentos

Certifique-se de bloquear o documento da apresentação antes da conclusão do projeto. O ideal é que seus documentos estão em resolução de tela para evitar o simples rastreamento de idéias, caso as negociações azedem.

21. Planejamento

Ao apresentar pessoalmente, esteja preparado com uma idéia aproximada do que você vai discutir e conduza o cliente através de sua proposta lentamente. Dê-lhes tempo para olhar para o visual que você está mostrando antes de iniciar qualquer explicação. Certifique-se que são os que têm a melhor visão do trabalho, seja em uma tela ou no flip chart. Falar lentamente é uma coisa óbvia, mas essencial para se lembrar também, que vai lhe dar mais tempo para conduzir seu raciocínio

22.  Formato

Verifique se você tem um formato padrão em toda a sua apresentação, a escolha do tipo, tamanho, layouts, tom de voz e sua identidade pessoal, tudo contribui para um documento com aparência profissional, uma apresentação desalinhada é capaz de comprometer a qualidade de seus conceitos. Se você está apresentando digitalmente, certifique-se de incluir uma cópia impressa para o cliente levar para casa e fazer anotações.

23. Assinaturas e aprovações

Certifique-se de documentar o processo por escrito e ter certeza de ter as assinaturas de trabalho aprovado. Se você apresentou um esboço que é bastante complexo para executar e você sabe que vai comer todo o orçamento, reserve um tempo para explicar isso para o cliente e obter um compromisso dele, se puder.

24. Nós vendemos sapatos, não deveria haver um sapato no logo?

Um simples logotipo tipo muitas vezes pode ser a solução perfeita para um cliente, mas eles podem se sentir desapontados a menos que o veja em um contexto mais amplo e envolvente. Inspirá-los com artigos de papelaria, sinalização, anúncios e sugestões on-line juntamente com escolhas de materiais e técnicas de impressão.  Mostre-lhes como cada componente contribui para uma experiência mais ampla e comunicativa para além de um motivo literal e isolado.

25.  Não desanime com um resultado aparentemente fraco

Os clientes são pessoas de negócios e, como tal, pode ser difícil de avaliar, alguns vão reagir instantaneamente, enquanto outros se sentar em silêncio. Tente não ser intimidado por um cliente em silêncio e entender que redesenhos e novas direções são grandes decisões para empresas e necessitam de tempo e consideração. Permaneça entusiasmado durante todo.

Extra. Leve seu próprio equipamento

Leve o seu próprio equipamento para apresentações no local. Isto parece bastante simples, mas seu trabalho precisa ser completo! Certifique-se de não deixar margem para nada dar errado ao apresentar no cliente.

Além de seu computador é uma boa idéia ter uma fonte de energia extra, seu próprio projetor e um hotspot portátil (se a sua apresentação exige a Internet). Algumas salas não têm Internet. Alguns edifícios têm wireless lenta (ou nenhuma) ou uma rede ao qual outras pessoas não podem facilmente se  juntar.

Por essa razão, também é bom ter toda a sua apresentação ou demonstração em um pen drive. Na verdade, duas unidades de pen drive são melhor, em caso de alguma falhar.

Deixe uma resposta